SERVIÇOS DISPONÍVEIS



>>  Laboratório de Referência em Biotecnologia da Produção Animal

Exame Citogenético para fins de diagnóstico de 'free martin'

NÚMERO DE ORDEM: IZ 15.003

 

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO: Análise cromossômica através de metáfases obtidas de cultura de sangue periférico de fêmea bovina, nascida de parto gemelar de sexo diferente.

 

EXISTE FRANQUIA DESTE SERVIÇO?: Não

 

PREÇO: Consultar portaria APTA

 

INSTRUÇÕES PARA ENVIO DE MATERIAL: Coletar assepticamente em tubo vacutainer de vidro com heparina, 10 ml de sangue, enviar em caixa de isopor com gelo (não encostar o gelo nos tubos, isolar com papel. O sangue tambem não poderá encostar na rolha). O material deverá chegar ao laboratório nos seguintes dias da semana: Segunda, Terça e Quarta-feira até às 15 horas e no máximo 24 horas após a coleta. Informar sexo, raça do animal e porque deseja fazer a análise. Entrar em contato com o responsável pelo laboratório para maiores detalhes.


Exame de Cariótipo com coloração Giemsa

NÚMERO DE ORDEM: IZ 15.004

 

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO: Análise cromossômica através de metáfases obtidas de cultura de sangue periférico de bovinos e bubalinos, usando coloração Giemsa; resultado com foto em anexo.

 

EXISTE FRANQUIA DESTE SERVIÇO?: Não

 

PREÇO: Consultar portaria APTA

 

INSTRUÇÕES PARA ENVIO DE MATERIAL: Coletar assepticamente em tubo vacutainer de vidro com heparina, 10 ml de sangue, enviar em caixa de isopor com gelo (não encostar o gelo nos tubos, isolar com papel. O sangue tambem não poderá encostar na rolha). O material deverá chegar ao laboratório nos seguintes dias da semana: Segunda, Terça e Quarta-feira até às 15 horas e no máximo 24 horas após a coleta. Informar sexo, raça do animal e porque deseja fazer a análise. Entrar em contato com o responsável pelo laboratório para maiores detalhes.

 


Trabalhos sobre técnicas de coleta de embriões bovinos

O trabalho “embriões retidos no oviduto como fator de variação na taxa final de recuperação após a lavagem uterina de vacas superovuladas” (Bol. Indust.Anim,v.56(n.1): 89-93, 1999) quantificou, pela primeira vez, a taxa de embriões retidos no oviduto sete dias após a inseminação. Essa informação permitiu explicar, em parte, a discordância freqüentemente observada entre o número de corpos lúteos presente no ovário e o número de embriões recuperados após coleta uterina pelo método cervical. Foi constatado que a velocidade de transito dos embriões através do oviduto varia entre animais, sendo que ainda podem ser encontrados embriões no oviduto sete dias após a inseminação em 25% dos animais superovulados. Na prática, essa informação poderá ser utilizada para prever a produção de embriões em vacas superovuladas e planejar, com antecedência o melhor uso dos mesmos.






Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir