Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 54 - Número: 1 - Pg: 21-24 - Ano: 1997


Autores
M. A. C. Lara, E. P. B. Contei


Investigação da variabilidade genética do rebanho Mantiqueira através de polimorfismos protéicos II, avaliação da composição racial
Resumo

No presente estudo, foi estimada a composição racial do rebanho Mantiqueira, pertencente à Estação Experimental de Zootecnia de Pindamonhangaba, empregando-se os programas MISTURA2 e MISTURA3, contidos no GENIOC, que adota o método de Verossimilhança Máxima. Para isso, foram utilizadas as freqüências gênicas dos locos Hb, CA, Pep-B, Am-I, Tf e Alb, obtidas nas raças Holandesa, Caracu Caldeano e Gir e os respectivos números de fenótipos observados no rebanho Mantiqueira. Com base nos relatos históricos que apontam uma origem híbrida do gado Mantiqueira, essas raças foram estudadas, como possíveis ancestrais desses bovinos. Os resultados obtidos sugerem que a constituição genômica do rebanho Mantiqueira é de aproximadamente 52% de genes oriundos de bovinos Holandeses e 48% de bovinos Caracu. Entretanto, não descartamos a hipótese de que na formação desse rebanho Mantiqueira, também tenha havido a participação de raças espanholas, devido à ocorrência do alelo Pep-B3 que acreditamos ser marcador dessas raças. 


Investigation of genetic variability in the Mantiqueira herd through protein polymorphism. II. Estimation of racial composition
Abstract

The aim of this study was to evaluate the racial composition of the Mantiqueira herd, belonging to Estação Experimental de Zootecnia de Pindamonhangaba. The estimation of the racial admixture was achieved by MISTURA2 and MISTURA3 programs contained in GENIOC, that adopts the Maximum Likelihood Method. The genic frequencies for Hb, CA, Pep-B, Am-I, Tf and Alb obtained from Holstein, Caracu Caldeano, and Gir breeds and the respective number of phenotypes observed in the Mantiqueira herd, were utilized for this purpose. In accordance with historical records that indicate an hybrid origin of the Mantiqueira cattle, these breeds were employed as possible ancestral of this cattle. The results suggest that the genomic constitution of Mantiqueira herd is approximately 52% of genes from Holstein and 48% from Caracu. Nevertheless, we may raise the hvpothesis that Spanish breeds also contributed to the Mantiqueira herd, because of the occurrence of the allele Pep-B3, that is possibly a genetic marker of those breeds.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir